III COPENE SUL

30/08/2017 14:25

O Congresso de Pesquisadores Negros do Sul do Brasil, trouxe como tema para o III COPENE SUL “NEGRAS E NEGROS NO SUL DO BRASIL: desenvolvimento, patrimônio e cultura afro-brasileira”, que aconteceu nos dias 10 a 13 de julho de 2017, no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina.
Na coordenação local estiveram presentes Prof(a) Dr. Joana Célia dos Passos (Presidenta), Dr. Prof(a) Eliane Santana Dias Debus e Prof Dr. Paulino de Jesus Cardoso.
Site do evento: http://copenesul.com.br/

Projeto “Troca de Saberes da Capoeira e Dança Popular”

30/08/2017 13:55

Com objetivo de resgatar as manifestações culturais, especialmente as de origem afro-brasileira, o Grupo de estudos Alteritas: Diferença, Arte e Educação, convida a comunidade da UFSC para participar do projeto Troca de Saberes da Capoeira e Dança Popular. Os encontros serão semanais com duração de uma hora, das 17h20 às 18h20, todas as quintas-feiras, de 27 de abril a 6 de julho, no piso térreo do Centro de Ciências da Educação (CED).

As aulas práticas e teóricas irão abordar os fundamentos da Capoeira Angola: jogo, música, instrumentos musicais, roda, história e filosofia. Serão desenvolvidas atividades como as vivências das danças populares, oficinas de percussão e de Abayomi, além de visitas a rodas de capoeira. O projeto é executado pelo Grupo de Capoeira Angola Palmares que realiza um trabalho de difusão da Capoeira em Florianópolis desde 1987. A presença nos encontros dá direito a certificado de 10h para os participantes.

Projeto Acolher

30/08/2017 13:50

Projeto ACOLHER: acolhimento e inserção de estudantes cotistas negros e indígenas ao universo acadêmico da UFSC
É um projeto de extensão-pesquisa-ensino, coordenado pela Profa Dra Joana Celia dos Passos, aprovado em 2014 na UFSC.
Integram o grupo: Justina Sponchiado, Patricia Moraes Lima, Eliane Debus, Idamara Freire, Ivanilde Ferreira, Camila Santana, Nattana, Faby Cunha, Raquel Barbosa, Valdirene A. da Silva Graziela Regina Santos Coppir Florianópolis, Compir, Gered e Federer.
O projeto tem como intenção contribuir com a promoção da igualdade racial no ensino superior e colaborar com o fortalecimento do Programa de Ações Afirmativas da UFSC. Para o alcance dos objetivos aqui propostos foram estabelecidas as seguintes: com a participação das instituições parceiras serão selecionadas escolas públicas da Grande Florianópolis, que oferecem o ensino médio para realizar ciclos de discussões visando democratizar as informações e potencializar a entrada de estudantes negros e indígenas na universidade. Outra ação é a constituição de um grupo permanente de acolhimento dos estudantes cotistas com a intenção de orientar os cotistas – sobretudo recém-chegados – para a inserção na cultura acadêmica e administrativa da universidade. E por fim, serão construídos materiais para disseminação do projeto e também das ações afirmativas.
Um projeto que se disponha a fazer chegar a estudantes do Ensino Médio informações, reflexões e o diálogo animado na luta, na aposta, no conhecimento da legislação e dos trâmites das ações afirmativas e especialmente na compreensão política de sua legitimidade favorecerá a construção das condições tanto em termos de conhecimento como também psicossociais favorecedoras à busca por cursos universitários, e facilitadora da permanência na Universidade, quando já se tenha garantido o acesso.

Objetivo Geral:
– Contribuir com a promoção da igualdade étnico-racial no ensino superior, por meio, da disseminação de informações sobre as ações afirmativas a estudantes e
professores do Ensino Médio de escolas públicas de Florianópolis e do acolhimento aos estudantes cotistas na UFSC.
Objetivos Específicos:
– Contribuir com o fortalecimento do Programa de Ações Afirmativas no Ensino Superior implantado na UFSC a partir de 2008;
– Realizar ciclos de discussões com estudantes e professores de Ensino Médio de escolas públicas localizadas em Florianópolis sobre as ações afirmativas no ensino
superior e os cursos oferecidos pelas universidades que desenvolvem essa política, visando democratizar as informações e potencializar a entrada de estudantes negros e indígenas na universidade;
– Constituir um grupo de acolhimento (apoio) a cotistas formado por estudantes de graduação e de pós-graduação, com a intenção de orientar os cotistas – sobretudo recém-chegados – para a inserção na cultura acadêmica e administrativa da universidade, favorecendo a permanência dos cotistas negros e indígenas;
– Produzir material de divulgação sobre as ações afirmativas no ensino superior para ser disponibilizado aos estudantes cotistas, às escolas públicas e entidades parceiras envolvidas no programa;
– Estimular a produção de trabalhos de conclusão de cursos, dissertações e teses sobre as relações raciais no Brasil.

II COPENE SUL – Paraná

30/08/2017 13:35

O ALTERITAS compareceu no Congresso das/os Pesquisadoras/es Negras/os da Região Sul – II COPENE SUL: SABERES NEGROS DO SUL DO BRASIL: PENSAMENTO AFRICANO E DA DIÁSPORA; que aconteceu entre os dias 21 a 24 de julho de 2015.
A Prof(a) Dr. Joana Célia dos Passos integrou a mesa “Educação: adolescência, juventude e relações intergeracionais (Ensino FundamentaI, Ensino Médio, EJA)”.
Foi decidido durante o evento que o III COPENE SUL aconteceria em 2017 na Universidade Federal de Santa Catarina.

Página do evento: http://2copenesulcuritiba.blogspot.com.br/p/blog-page_44.html