Integrantes

Ângela Della Flora

É professora na Universidade Federal de Santa Catarina, no Departamento de Ciências da Informação, atuando junto aos cursos de Biblioteconomia, Arquivologia, Ciências da Informação, Relações Internacionais e Administração. Atualmente cursa o Doutorado no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, onde desenvolve pesquisa de tese intitulada Branquitude no Oeste catarinense: educação, sujeitos e memória social. É membro do Alteritas – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Diferença, Arte e Educação do CED/UFSC. Integra a Comissão para a Criação do Acervo da Memória e Direitos Humanos a partir dos trabalhos desenvolvidos pela Comissão da Verdade da UFSC. É membro da Comissão de banca de hetero-identificação dos estudantes Pretos, Pardos e Indígenas que ingressam na universidade pelo direito às cotas raciais. Desenvolve projetos de extensão vinculados ao curso de Biblioteconomia. Em período anterior exerceu a docência no curso de Licenciatura em Ciências Sociais e nas áreas de sociologia e ciência política do domínio comum na Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Erechim/RS e Realeza/PR. É mestre em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007), onde também cursou a graduação em Ciências Sociais (2004). Seus interesses de pesquisa mais recentes enquadram-se num locus de interdisciplinaridade entre Sociologia e Educação para as Relações Étnico-raciais. Sua produção científica anterior abordava majoritariamente a sociologia da juventude nas interfaces com a sociologia rural e focaram nos temas juventude rural, processos de constituição geracional e militância política juvenil. Também atuou na formação de professores de sociologia, coordenando e orientando as atividades dos estágios supervisionados da área e junto ao PIBID Conexão de Saberes. Foi professora de sociologia no Ensino Médio na rede pública de educação do estado de Santa Catarina por oito anos. Lecionou no Colégio de Aplicação da UFSC por dois anos.

Azânia Mahin Romão Nogueira

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina e graduada em Geografia pela mesma universidade. Pesquisa na área de Geografia Humana, com ênfase em Relações Raciais, articulando território, teoria do pensamento geográfico, gênero e currículo. Além de participar do Alteritas, integra o Núcleo de Estudos Negros.

Eduarda Souza Gaudio

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina e Mestra em Educação pela mesma Universidade (2013). Graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2010). Professora da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Pesquisadora associada ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre diferença, arte e educação – ALTERITAS do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Catarina. Tutora do Curso de Pedagogia do Centro de Educação à distância da Universidade Estadual de Santa Catarina. Atuou como Formadora do curso “Educação das Relações Étnico-Raciais” promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis. Integra a Associação Nacional de Pós-Graduação em Educação – ANPED e a Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as – ABPN. Desenvolve pesquisas em Educação e Relações Raciais com foco em: Educação Infantil, Formação de Professores/as e Currículo.

Emiko Liz Pessoa Ferreira

Possui graduação em Bacharelado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (1994). Especialização em Processo Civil pela Fundação José Arthur Boiteux/UFSC. Mestre em Educação pela UFSC – Dissertação: Estudantes negros(as) egressos(as) das políticas de ações afirmativas: Um olhar sobre a pós-graduação; membro do grupo de pesquisa ALTERITAS/UFSC, atualmente é professora e Coordenadora do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade Anhanguera Educacional – São José. É Proprietária do Escritório Particular de Advocacia. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Processual Civil, atuando principalmente nos seguintes temas: família, mediação, acesso a justiça, responsabilidade civil, ações afirmativas e racismo. É vice-presidente das Comissão de Igualdade racial da OAB/SC e Comissão da verdade sobre a escravidão negra no Brasil da OAB/SC.

Fabienne Neide da Cunha

Graduada no Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Mestra no Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE/UFSC, na linha de pesquisa “Sujeitos, Processos Educativos e Docência” – SUPED. Atualmente integra o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre as Violências – NUVIC/UFSC e o Grupo de Estudos ALTERITAS: Diferença, Arte e Educação. Atuou como pesquisadora no Projeto de Pesquisa Ações Afirmativas: Ensino, Pesquisa e Extensão na perspectiva da educação das relações étnico-raciais, e também, participou do Projeto Acolher: Acolhimento e inserção de estudantes cotistas na cultura acadêmica da UFSC, coordenado pela Prof(a). Dr(a). Joana Célia dos Passos como bolsista. Suas pesquisas e estudos relacionam-se a área da Educação e Relações Étnico-Raciais, com ênfase aos temas:Infância, Educação Infantil, Identidade e Processos Educativos.

Grace Kelly Caldas da Silva

Graduada em Letras – Português pela Faculdade São Luis de França (2014). Cursando Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pesquisadora do Grupo Alteritas: diferença, arte e educação.

Gieri Toledo Alves

Mestranda em Educação na Universidade Federal de Santa Catarina. Membro do grupo de pesquisa e estudos ALTERITAS. Especialista em Terapia Sistêmica com Indivíduos, Casais e Famílias pelo Centro de Estudos da Família e do Indivíduo. Especialista em Abordagens da Violência contra crianças e adolescentes pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Psicóloga graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2009-2015). Atua na Psicologia Clínica, Social e Escolar. Tem experiência nas seguintes áreas: Educação; Relações étnico-raciais; Saúde da população negra; Infância e Adolescência; Terapia sistêmica; Violência contra a criança e o adolescente; Educação Socioemocional.

Ivanilde de Jesus dos Santos Ferreira

É graduada no Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2015). Mestre no Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina, na linha de pesquisa " Sujeitos, Processos Educativo e Docência" – SUPED. Atuou como bolsista do Projeto Acolher: Acolhimento e inserção de estudantes cotistas na cultura acadêmica da UFSC. Atualmente integra o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre as Violências – NUVIC (Centro Ciências da Educação Universidade Federal de Santa Catarina) e o grupo de estudos e pesquisas ALTERITAS: Diferença, Arte e Educação. Atuou também como pesquisadora no Projeto de Pesquisa de Ações Afirmativas: Ensino, Pesquisa e Extensão na perspectiva da educação das relações étnico-raciais, e pesquisa temas na área da Educação, com ênfase em: infância, relações étnico-raciais e ações afirmativas. Atualmente é professora auxiliar na rede municipal de ensino em Florianópolis.

Jaqueline Cardoso Zeferino

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina na Linha Sujeitos, Processos Educativos e Docência. Professora Adjunta do Departamento de Educação da Universidade Federal de Viçosa, lecionando no curso de Licenciatura em Educação do Campo e Agroecologia. Desenvolve trabalhos de ensino, pesquisa e extensão nas temáticas: educação, arte e cultura popular, relações étnico-raciais, gênero e feminismos, quilombos, educação do campo. Possui Especialização em Estudos Africanos e Afro-brasileiros pela PUC Minas e formação em Epistemologias do Sul pelo Centro de Estudos Sociais (CES) em Coimbra/Portugal.

Jéssica Caroline Godoi

Mestra pelo Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina. Graduada em Ciências Sociais com habilitação em Antropologia pela Universidade Estadual de Campinas.

Jéssica J. Lins de Souza

Atualmente doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), na linha de pesquisa Sujeitos, Processos Educativos e Docência. É integrante do Alteritas – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Diferença, Arte e Educação. Licenciada em Matemática pela UFSC, onde também atuou no Grupo de Estudos Contemporâneos e Educação Matemática (GECEM).

Joana Célia dos Passos

Possui graduação em Pedagogia, Mestrado (1997) e Doutorado em Educação (2010) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Realizou estágio Pós-doutoral em Sociologia Política no PPGSP/UFSC. Atualmente é docente no Departamento de Estudos Especializados em Educação do Centro de Ciências da Educação/UFSC na área Organização de Processos Educativos e na disciplina Diferença, Estigma e Educação. É líder do grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação, pesquisadora no Núcleo Vida e Cuidado (NUVIC) ambos do Centro de Educação da UFSC, e pesquisadora associada ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa – Núcleo de Santa Catarina (INCTi-SC/UFSC). Foi consultora da UNESCO e do PNUD na formulação de políticas de educação de jovens e adultos. Foi Coordenadora de Relações Étnico-Raciais na Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (CRER/SAAD) na UFSC de 2016 a 2017. É membro da Rede de Colaboradores/as da Iniciativa de Erradicação do Racismo na Educação Superior da América Latina e do Caribe (RED ESIAL) e membro associada da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN). Professora no Programa de Pós Graduação em Educação e no Programa de Pós Graduação Interdisciplinar de Ciências Humanas. Desenvolve pesquisas em Educação e Relações Raciais, com o foco na população negra.

Juliete Schneider

Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico Núcleo de Desenvolvimento Infantil – NDI/ UFSC. Doutora em Educação (2014) pelo PPGE/UFSC com tese intitulada “Formadores de professores: um estudo sobre os docentes do Curso de Pedagogia e sua relação com a educação básica”, sob a orientação da professora Dra. Leda Scheibe. Mestre em Educação pela UFSC (2008) com dissertação intitulada “A democratização do acesso ao ensino secundário pela expansão do ciclo ginasial normal em Santa Catarina (1946-1969), possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2004). Realiza pesquisas na área de Formação de Professores.

Larise Piccinini

Doutoranda em Educação (UFSC). Mestre na linha Teoria e Prática Pedagógica do curso de Educação Física (UFSC), especialização em Fisiologia do exercício e do Desporto (IBPEX), graduação em EDUCAÇÃO FÍSICA pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Tem atuação docente tanto na linha Pedagógica como na linha da saúde, com experiência em: Dança, Atividades de Academia, recreação, Natação, Ginástica, Políticas Públicas da Educação e Esporte e Lazer, Estudos Culturais e Coordenação Pedagógica do Ensino Superior e de projetos artístico-culturais. Atuou como Docente na AVANTIS e como Coordenadora dos cursos de Educação Física – Licenciatura e Bacharelado da Faculdade Porto das Águas- FAPAG. Membro do grupo de estudos, pesquisas sobre diferenças, arte e educação – ALTERITAS do centro de Educação da UFSC.

Lindberg Nascimento Júnior

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina (2011), mestrado (2013) e doutorado (2018) em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física.

Maria Zanela

Travesti. Bibliotecária (UFSC, 2016); Mestra em Serviço Social pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGSS/UFSC, 2018). Atualmente é Doutoranda em Educação (turma 2019), na linha de pesquisa “Sujeitos, Processos Educativos e Docência”, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFSC), sob a orientação da Profª Drª Joana Célia dos Passos. É integrante-pesquisadora do NUSSERGE (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Serviço Social e Relações de Gênero) e do ALTERITAS (Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Diferença, Arte e Educação). Idealizadora, fundadora e integrante-pesquisadora do NeTrans (Núcleo de Estudos e Pesquisas de Travestilidades, Transgeneridades e Transexualidades). Associada ao Instituto Brasileiro Trans de Educação (IBTE). Tem investigado, no âmbito da abordagem (auto)etnográfica, relações entre Educação e Travestilidades, bem como a Pedagogia da Travestilidade: trajetórias de travestis professoras e educadoras em contextos de escolarização e produção do conhecimento, a partir de uma perspectiva decolonial e interseccional. Tem como interesse de estudo e pesquisa assuntos relacionados a gênero, sexualidades, feminismos e trabalho sexual; políticas sociais, inclusão social; informação e cidadania, informação e movimentos sociais; resistências e poder; interseccionalidade e branquitude.

Pamela Cristina dos Santos

Professora da Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF/SC), Mestra em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (PPGE/UFSC) na linha de pesquisa Sujeitos Processos Educativos e Docência (SUPED).Licenciada em Pedagogia pela UFSC (2016). Pesquisadora membra do Grupo de Pesquisa Alteritas: Diferença, Arte e Educação, coordenado pela Drª Joana Célia dos Passos, grupo de pesquisa comprometido com o desenvolvimento de pesquisas sobre Relações Étnico-Raciais. Pesquisadora na área da Educação trabalha com temas ligados as crianças negras e brancas, Relações Sócio-Raciais entre crianças e formação docente.

Priscila Cristina Freitas

Professora da rede municipal de ensino em Florianópolis. Mestre em Educação, pelo Programa de Pós Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Linha de pesquisa Ensino e Formação de Educadores. Graduada em Pedagogia – Habilitação em Educação Infantil pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Participa do Alteritas – grupo de estudos e pesquisas sobre Diferença, Arte e Educação – UFSC. Área de estudo hoje em dia, Educação das Relações Étnico Raciais e Educação Infantil.

Rosana Vargas Fraga

Mestra em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Maria-UFSM, (2013). Bacharel em Serviço Social pela Universidade Franciscana UFN (2008). Integrou do Núcleo de estudos gênero e politicas publicas NEMGeP/UFSM (2010- 2014). Educadora Popular pela rede de educação cidadã – RECID (2013-2014). Participou da implantação do fórum de mulheres de Santa Maria, (2014). Integrou o Coletivo Marias Bonitas fazendo História (2012- 2015). Conselheira Suplente no Conselho estadual dos direitos das mulheres do RS (gestão 2014 – 2016). Atualmente trabalha como Assistente Social no Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS no município de São José- SC. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas- PPGICH-UFSC. Membro do grupo de estudos e pesquisas Alteritas: Diferença, Arte e Educação CED-UFSC. Aplica-se ao estudo nos seguintes temas: Feminismos, gênero, violência doméstica e políticas públicas.

Sandra Regina Pires

Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2005). Professora efetiva da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Atuou como assessora Pedagógica na Rede Municipal de Ensino de Florianópolis em 2017 e 2018. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Infantil, atuando principalmente no seguinte tema: Educação Infantil e Relações Étnico-Raciais. Mestranda do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina, na linha de pesquisa Sujeitos, Processos Educativos e Docência/ SUPED. Propositora de Oficinas de Bonecos/as Negros/as: costurando conversas sobre pertencimento étnico-racial e representatividade na infância. Membro do Grupo de Pesquisa ALTERITAS.

Sílvia Regina Teixeira Christóvão

Possui graduação em História Licenciatura Plena, Faculdade Porto-Alegrense Ciências e Letras (FAPA) (2005), Especialização em História Contemporânea,(2006 – 2007, (FAPA) Especialização em Diversidade com Ênfase na EJA (2013/2 -2015/1, Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Possui Licenciatura em Língua Espanhola e Literatura de Língua Espanhola pela Universidade Federal de Santa Catarina UFSC. (2013/1,2018/1). Possui Mestrado em História pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) (2017/2). Doutoranda(o) no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas na Universidade Federal de Santa Catarina..Atuou na área de arqueologia, presidiu o Conselho do FUNDEB no período de 2012/ 2014, Atua como presidente o Conselho Municipal de Educação no Município de Praia Grande,2017/2019. Na coordenação – Polo de Apoio Presencial da Universidade Aberta do Brasil UAB no Município de Praia Grande – SC. Como docente na comunidade quilombola São Roque/SC no projeto educação escolar quilombola, com a metodologia da Pedagogia da Alternância. É membro da equipe técnica de monitoramento do Plano Municipal de Educação,faz parte da equipe técnica do eixo educação do projeto Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul participa do Comitê Educativo Científico do mesmo projeto. Tem experiência na área de Educação, História e Arqueologia.

Tatiana Valentin Mina Bernardes

Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGE/UFSC). Graduação em pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pós-graduação latu senso em Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental pela Universidade do Sul de Santa Catarina. Professora efetiva de Educação Infantil desde 2002 pela Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Pesquisadora e membro do grupo LITERALISE, grupo de pesquisa da Literatura Infantil e Juvenil relacionada às práticas de mediação literária em Educação Básica e Superior, coordenado professoras Dra. Eliane Debus e Dra. Maria Laura Pozzobon Spengler da Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora e membro do grupo Alteritas: Diferença, Arte e Educação coordenado pela Profa Dra. Joana Célia dos Passos. Trabalhou como assessora pedagógica na Diretoria de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação da Rede de Florianópolis de 2013 a 2016. Atualmente trabalha na Diretoria de Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis como Assessora do Núcleo de Formação, Pesquisa e Assessoramento da Educação Infantil (NUFPAEI) desenvolvendo formação continuada com os professores(as) referente à Literatura Infantil e Literatura de temática da cultura Africana e Afro-brasileira e Educação das Relações Étnico-Raciais (ERER).

Zâmbia Osório dos Santos

Mulher negra, professora da Prefeitura Municipal de Florianópolis, mestra em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (2018). Bacharelada e licenciada em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). Pesquisadora filiada à Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as)/ABPN. Pesquisadora e membra do grupo LITERALISE, grupo de pesquisa da Literatura Infantil e Juvenil relacionada às práticas de mediação literária em educação básica e superior, coordenado pelas professoras Dra. Eliane Debus e Dra. Maria Laura Pozzobon Spengler da Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora e membra do grupo Alteritas: Diferença, Arte e Educação coordenado pela Profa Dra. Joana Célia dos Passos. Como pesquisadora na área de Educação trabalha com temas ligados à Literatura, Literatura de temática afro-brasileira e Práticas de escrita, na área de História trabalha com os temas ligados à Ensino de História, Educação para as Relações Étnico Raciais, Literatura e Feminismos Negros.