Dissertação: QUANDO O TEXTO FALA: ANÁLISE DE NARRATIVAS DE MULHERES TRABALHADORAS – Zâmbia Santos

12/09/2017 12:50

OBJETIVOS:
Reconhecer como os processos de educar-se, a educação que ocorre através de vivências; Visa apontar espaços de educação não formal através das experiências vivenciadas pelas autoras trabalhadoras e por tantas outras trabalhadoras que não escreveram suas jornadas em livros;  Problematizar o gênero textual presente na escrita dos livros Só a gente que vive é que sabe: depoimento de uma doméstica (1982) escrito por Lenira Maria de Carvalho e Ai de vós! Diário de uma doméstica (1983) escrito por Francisca Sousa da Silva; Demarcar histórica e politicamente o contexto de produção das narrativas de forma interseccional entrelaçando raça, gênero e classe, compreendendo-os como conceitos estruturantes da sociedade brasileira.